Alexandre Mascarenhas Espinheira

Português, Brasil
Descrição: 

possui graduação, mestrado e doutorado em Composição pela Universidade Federal da Bahia. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Composição Musical, e Teoria Pós-tonal. Alexandre Espinheira iniciou seus estudos em música no Instituto de Música da Universidade Católica de Salvador onde ingressou no curso de licenciatura em 1992. Em 1994 ingressou no curso de Composição da Escola de Música da Ufba onde estudou composição com Wellington Gomes, Joseph Sekon, Ricardo Bordini e Agnaldo Ribeiro. Em 2006 ingressou no mestrado em Composição sob orientação de Ricardo Bordini. Em Fevereiro de 2008 realizou a defesa da sua dissertação intitulada T1patacuntum: Suite sinfônica de gêneros baianos que utiliza a Teoria Pós-tonal para geração de material compositivo. Em dezembro de 2011 defendeu sua tese A Teoria Pós-tonal Aplicada à Composição: Um guia de sugestões compositivas. Durante a Pós-graduação estudou com Jamary Oliveira, Ricardo Bordini, Paulo Costa Lima, Wellington Gomes e Pedro Kröger. Atualmente, é professor na Escola de Música da UFBA , coordenador do colegiado de Composição e Regência e coordenador do Música de Agora na Bahia. Alexandre teve obras estreadas em Salvador e diversos lugares pelo Brasil e em outros países, tendo recebido algumas premiações, como o Prêmio de Orquestra Sinfônica da Bienal de Música Contemporânea Brasileira de 2015. Alexandre também é percussionista atuante em Salvador e trabalha com música eletroacústica e computacional.

Linha de Pesquisa: 
Computação musical aplicada